sábado, 24 de fevereiro de 2018

Utilizando resolução de tela 1024x768 em netbooks com tela de 10.1" no Linux

Quem tem netbooks com tela de 10.1" sabem que o máximo de resolução disponível e default do mesmo é 1024x600 tanto no Windows e Linux, embora que o mesmo possa suportar resoluções bem maiores em ambos sistemas fazendo um configuração especial para isto, mas neste caso os ícones, menus e janelas ficaram menores, e com uma aparência achada e comprimida o que pode não agradar a muitos usuários, principalmente em resoluções muito altas.

A resolução 1024x600 default atende muito bem no geral sendo a ideal para o tamanho da tela de 10.1", mas tem alguns problemas com janelas secundárias de um programa e com algumas aplicações, como exemplo alguns itens do Painel de Controle do Windows, e quando você acessa Menu Editar/Configurações de uma aplicação e dependendo do tamanho desta janela secundária de configurações os botões de Cancelar e Ok que ficam na parte bem inferior não aparecem não tendo como clicar diretamente no botão desejado e não tendo como redimensionar esta janela em alguns casos, impossibilitando de efetuar as alterações tanto no Windows como no Linux.

Mas tem um outro tamanho de resolução que fica perfeito que é 1024x768 em display de 10.1" onde os ícones não ficam muito achatados e nem as janelas e você não mais terá o problema relatado acima com janelas secundárias, onde esta resolução é ideal para utilizar com pacotes Office de sua preferência.

Neste artigo, demostrarei somente como fazer no Linux, já que o Windows foi removido a muito tempo deste netbook, e também não recomendo utilizar resoluções maiores que 1024x768 devido a alta compressão que terá os ícones, menus e janelas ficando com aspecto muito ruim, e lembrando que você deve fazer o procedimento descrito aqui por sua conta e risco.

Em uma janela de terminal execute o comando xrandr para examinar as resoluções disponíveis e máxima suportada.

$ xrandr 
Screen 0: minimum 8 x 8, current 1024 x 600, maximum 32767 x 32767
LVDS1 connected primary 1024x600+0+0 (normal left inverted right x axis y axis) 220mm x 130mm
   1024x600      60.19*+
   800x600       60.32    56.25  
   640x480       59.94  
   512x300       60.00  
VGA1 disconnected (normal left inverted right x axis y axis)
VIRTUAL1 disconnected (normal left inverted right x axis y axis)

Veja que a resolução correta é 1024x600 e a mesma está sendo utilizada, na linha que tem o asterisco (1024x600      60.19*+).

Originalmente você somente poderá escolher as seguintes resoluções 1024x600, 800x600, 640x480 e 512x300 não importa qual é o seu sistema seja Windows/Linux pois será a mesma coisa em ambos sistemas.

Agora vamos aplicar a resolução 1024x768 usando o comando abaixo:

$ xrandr --output LVDS1 --mode 1024x600 --panning 1024x768 --scale 1.0x1.28

Com a resolução 1024x768, os ícones ficam um pouquinho achatados bem como o menu e todo
resto, mas nada tão drástico que fique feio e o seu espaço da área de trabalho aumentou bastante agora. Apesar de o netbook poder suportar resoluções maiores que 1024x768 é recomendado não utilizar acima de 1024x768, pois o visual dos ícones ficará completamente desagradável e além de um tamanho muito pequeno podendo danificar o seu netbook com uso diário ao longo do tempo numa resolução muito alta e mesmo porque uma resolução muito alta numa tela de 10.1" não fica nada bem para se utilizar.

Conferindo:  

$ xrandr
Screen 0: minimum 8 x 8, current 1024 x 768, maximum 32767 x 32767
LVDS1 connected primary 1024x768+0+0 (normal left inverted right x axis y axis) 220mm x 130mm panning 1024x768+0+0
   1024x600      60.19*+
   800x600       60.32    56.25  
   640x480       59.94  
   512x300       60.00  
VGA1 disconnected (normal left inverted right x axis y axis)
VIRTUAL1 disconnected (normal left inverted right x axis y axis)

Ao aplicar com o xrandr a resolução 1024x768, veja que ela não está disponível para ser trocada por outra resolução nas opções de troca de resolução feita por meios normais e padrão, seja ela feita pelo xrandr ou por qualquer outro aplicativo gráfico de troca de resolução do monitor do seu ambiente gráfico.

Para voltar a resolução default 1024x600 tem que usar exatamente na forma  conforme abaixo:

$ xrandr --output LVDS1 --mode 1024x600 --panning 1024x600 --scale 1.0x1.0

Conferindo:

$ xrandr
Screen 0: minimum 8 x 8, current 1024 x 600, maximum 32767 x 32767
LVDS1 connected primary 1024x600+0+0 (normal left inverted right x axis y axis) 220mm x 130mm panning 1024x600+0+0
   1024x600      60.19*+
   800x600       60.32    56.25  
   640x480       59.94  
   512x300       60.00  
VGA1 disconnected (normal left inverted right x axis y axis)
VIRTUAL1 disconnected (normal left inverted right x axis y axis)


Notas gerais

A resolução 1024x768 aplicada é temporária pois ao reiniciar o pc, ou fazer um novo longoff, ela volta pra o padrão 1024x600. 

As aplicações Office, reproduzir vídeos em fullscreen, navegar na internet e jogos tipo paciência ou quebras cabeças e outros que são do tipo parados e que não utilizam SDL ou aceleração 3D não modifica a resolução 1024x768 ou seu aspecto da tela.

Você pode suspender o netbook sem problemas que ao voltar da suspensão a resolução 1024x768 permanece inalterada.

Problemas encontrados:
Ao executar games de movimentos rápidos tipo solarwolf, penguin-command, que utilizam SDL, games 3D ou que requerem aceleração gráfica ou games via wine, a resolução permanecem a mesma na listagem do xrandr na linha Screen em current, mas a área será expandida na vertical ficando bem maior, tendo que rolar a tela com o mouse para conseguir acessar o menu de programa na parte inferior ou o menu da janela na parte de cima, e tendo que fazer um logoff para voltar a resolução default do sistema, pois não adianta escolher uma resolução no xrandr ou em qualquer app gráfico para tela do monitor, pois o servidor X tem que ser reiniciado para voltar ao normal.

Para usar o netbook com jogos de movimentos você tem que usar sempre a resolução default 1024x600.

Utilizando a resolução 1024x768 automaticamente ao iniciar o seu ambiente desktop

Se você vai usar o netbook somente para trabalhar com Office, navegar na internet, reproduzir vídeos e áudio você pode criar um arquivo .desktop para carregar automaticamente  a resolução 1024x768 toda vez que você entrar no seu ambiente gráfico, como Xfce, Lxde, Mate e outros que utilizam arquivos .desktop.

Crie o arquivo tela768.desktop em ~/.config/autostart com o conteúdo abaixo, onde a resolução 1024x768 será aplicada automaticamente assim que fizer o seu login gráfico ou toda vez que você reiniciar sua sessão desktop.

[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Version=0.9.4
Type=Application
Exec=xrandr --output LVDS1 --mode 1024x600 --panning 1024x768 --scale 1.0x1.28
StartupNotify=false
Terminal=false
Hidden=false

Caso queira desativar a resolução 1024x768 temporariamente ou por algumas sessões, comente a linha Exec do arquivo tela768.desktop e faça um logoff com isto o servidor X será reiniciado, voltando para a resolução default do sistema que é 1024x600.

Para voltar a resolução default sem fazer um logoff e sem alterar o arquivo tela768.desktop pode usar o comando abaixo, mas deste que não tenha executando qualquer jogo que utiliza SDL ou que usa aceleração 3D, pois neste caso será preciso reiniciar o servidor X fazendo um logoff para pode aplicar a resolução default manualmente em linha de comando.

$ xrandr --output LVDS1 --mode 1024x600 --panning 1024x600 --scale 1.0x1.0

Para facilitar mais ainda crie um script para as duas linhas citadas do xrandr, para quando precisar alternar entre uma resolução e outra sem precisar fazer um logoff para reiniciar o servidor X, salvando os scripts em
/usr/local/bin com permissão x e com o nome de sua preferencia.


Procedimento feito no netbook Samsung modelo NP-N150 tela 10.1" utilizando o Lubuntu 16.04 64 bits.
































segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Sbopkg_gui a sua central de programas para o Slackware




A interface gráfica sbopkg_gui não é tão bonitinha como a Central de Programas do Ubuntu e de outras distros, com ícones, imagens e outras perfumarias mas ela faz o seu papel igualmente bem, que é a de oferecer ao usuário todos os programas disponíveis do repositório Slackbuilds de uma maneira fácil para instalação ou remoção dos pacotes.

Embora que os pacotes precisem ser baixados e compilados antes de ser instalado no seu computador pelo sbopkg, diferente de outras distros, onde a Central de Programa delas, apenas baixa os pacotes que são binários e a seguir os instala, o sbopkg_gui acaba desempenhando exatamente o mesmo papel de qualquer  Central de Programas, apenas com um passo a mais.

Pela interface gráfica, você pode procurar facilmente se existe o pacote desejado, basta você selecionar uma Categoria e procurar o seu pacote rolando a tela, mas se não tem certeza em qual Categoria o pacote está, selecione (all) e digite o nome do pacote na caixa de pesquisa, onde não será feita distinção de maiúscula/minuscula e não precisando digitar todo o nome do pacote, pode ser qualquer parte do nome do pacote (inicio,meio,fim), onde será listado todas as ocorrências que atende ao critério da pesquisa a medida que você digita.

Para procurar por exemplo pelo programa gráfico I-nex que faz um levantamento completo do seu hardware que pertence a Categoria system e supondo que você não saiba em qual Categoria o mesmo se encontra, você seleciona (all) e na caixa de pesquisa você pode digitar somente nex, onde será listado todos os nomes de pacotes que tenha esta palavra como parte do nome do mesmo.

Para usar o sbopkg_gui, você tem que ter instalado no seu sistema o sbopkg, pois o mesmo é apenas uma gui gráfica para sbopkg que facilita muito para quem procura programas que não vem junto com o seu sistema ou que está a procurar programas ou jogos que não conhece ainda pra experimentar, e a gui gráfica atende também aqueles usuários que  não tem muita intimidade com o terminal.

Um adicional da gui é que ela também permite a desinstalação de pacotes instalados pelo sbopkg e de outros gerenciadores de pacotes como slapt-get, slackpkg  e outros feito para o Slackware destes que os nomes dos pacotes instalados pelos gerenciadores de pacotes possuírem exatamente o mesmo nome (neste caso especifico é feito distinção de maiúscula/minuscula e a versão do pacote não é considerada) que estão em https://slackbuilds.org/. 


Download do sbopkg: sbopkg

Download da gui gráfica: sbopkg_gui
Baixe a versão do pacote mais recente do sbopkg_gui.

Importante:
Para usar o sbopkg_gui pelo atalho do seu menu de programa você deve ter o sudo habilitado para o seu usuário normal com poder de administrador do sistema, ou então acesse uma janela de terminal e use o comando abaixo, fornecendo sua senha de root.
gksu sbopkg_gui



sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

QuiteRSS leitor de feed pra desktop



Quer ficar por dentro de todas as postagens recentes de seus blogs e sites favoritos sem precisar está acessando toda a hora para ver ser tem algo novo ? 

Instalando o QuiteRSS você será avisado automaticamente sempre que entrar algum novo feed com um aviso sonoro e um popup no tempo que você configurou.

QuiteRSS é ótimo leitor de feeds para desktop, permitindo ler as noticias ou um resumo dela podendo abrir nele ou externamente no seu navegador, com recurso de localizar palavras que estão nas noticias. O QuiteRSS vai pra o system tray, mostra quantas foram lidas e não lindas, permite ainda configurar o tempo para pesquisar por novos feeds automaticamente.

Instalando QuiteRSS no Slackware e Salix

Se você tiver o sbopkg instalado e o sudo habilitado apenas faça:

$ sudo sbopkg -i QuiteRSS

Para outras distros procure por QuiteRSS no seu repositório.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Criando ações personalizadas para o pcmanfm no Slackware



Crie o diretório ~/.local/share/file-manager/actions/ caso ele não exista.

Crie os arquivos abaixo:

Item para visualizar imagens com programa o de sua preferência

Arquivo foto.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Ver fotos  (nome que aparecerá no menu suspenso do mouse no pcmanfm)
Profiles=on_files;

[X-Action-Profile on_files]
Exec=geeqie %F
TryExec=/usr/bin/geeqie
Name=Send files with Geeqie
MimeTypes=image/*;

Neste exemplo a opção "Ver fotos" somente aparecera no menu se você selecionar uma foto, caso selecione uma pasta com fotos, não aparecerá o item "Ver fotos" no menu.
A linha Icon= é sempre opcional.

Item para abrir a pasta atual ou selecionada como usuário Root

Arquivo pcmanfm-root.desktop 

[Desktop Entry]
Type=Action
Tooltip=Open Folder As Root
Name=Abrir pasta como root
Profiles=profile-zero;
Icon=gtk-dialog-authentication

[X-Action-Profile profile-zero]
MimeTypes=inode/directory;
Exec=/usr/bin/gksu /usr/bin/pcmanfm %u
Name=Default profile

Abre a pasta atual ou a pasta selecionada como root ao escolhar a opção do menu suspenso do mouse ao escolher "Abrir pasta como root".

Sempre que for usando o gksu para abrir um programa como root, a janela do programa não utilizará o tema atual em uso do seu user e sim o tema padrão da instalação para esta janela ou do Root.

No caso do Slackware sempre deve digitar a senha de root e não a senha de usuário com poder de root configurando para usar o sudo, pois ser não digitar a senha de root, não funcionará.

Item para anexar um arquivo no e-mail

Arquivo email.desktop 

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Enviar por e-mail
Profiles=on_files;

[X-Action-Profile on_files]
Exec=thunderbird %f
TryExec=/usr/bin/thunderbird
MimeTypes = all/allfiles;

Somente funciona a anexação de arquivo no e-mail com a seleção de 1 arquivo, caso você selecione mais de um arquivo somente será anexado o primeiro arquivo, mesmo que você utilizar o parâmetro %F na linha do Exec.


Item para editar texto ASCII

Arquivo editor.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Editar texto
Profiles=on_files;

[X-Action-Profile on_files]
Exec=leafpad %f
TryExec=/usr/bin/leafpad
Name=Editar e abrir texto
MimeTypes=text/plain;


A opção "Editar texto" do menu suspenso do mouse, somente aparecerá se você selecionar um arquivo de extensão txt ou .conf, não aparecerá se você selecionar .html, .log, ou script .sh mesmo que todos eles seja de texto ASCII puro.


Item para editar texto ASCII como Root

Arquivo editor-root.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Editar texto
Profiles=on_files;
Icon=leafpad

[X-Action-Profile on_files]
Exec=gksu leafpad %f
TryExec=/usr/bin/leafpad
Name=Editar e abrir texto
MimeTypes=text/plain;


Item para colocar imagem como papel de parede

Arquivo wallpaper.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Setar Wallpaper
Profiles=profile-zero;
Icon=preferences-desktop-wallpaper

[X-Action-Profile profile-zero]
MimeTypes=image/*;
Exec=/usr/bin/pcmanfm -w %f
Name=Default profile

A imagem selecionada é aplicada como papel de parede na hora e a mesma continuará como papel de parede ao fazer um novo logoff ou reiniciar o computador.

A opção "Setar Wallpaper" somente aparecerá no menu suspenso do mouse se você selecionar um arquivo de imagem, sendo testado com fotos jpg e png e o papel é colocado no modo que tiver configurando em Preferências da área de trabalho. 

Nota:
Se a imagem estiver em outra partição, esta partição deve montada automaticamente para que o papel de parede seja exibido assim que você entrar no seu desktop.

Item para copiar arquivos para uma pasta especifica

Arquivo copiador.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Copiar pra partilha
Profiles=profile-zero;
Icon=xterm

[X-Action-Profile profile-zero]
MimeTypes=all/allfiles;
Exec=xterm -g 100x15 -fa 'Luxi Mono' -fs 14 -hold -e cp -v  %F /mnt/partilha 

Este comando copia um ou mais arquivos selecionados para /mnt/partilha, sendo que não funciona com seleção de pasta, neste segundo caso nem será listado a opção "Copiar pra partilha" do menu suspenso do mouse.

Item para escanear arquivos com o Clamav

Se sua distro não tem o pacote do Clamtk ou você não consegui compilar o mesmo, esta ação é de grande ajuda para escanear arquivos.

Arquivo clamav.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Clamav
Profiles=on_files;
Icon=/usr/share/icons/clamav24.png

[X-Action-Profile on_files]
MimeTypes=all/allfiles;
Exec=xterm -hold -fn 10x20 -e clamscan --bell -i -r  --verbose -l  /tmp/clamav.log %F 
Name=Default profile

Somente funciona com seleção de arquivos, se você selecionar uma pasta junta não aparecerá a opção "Clamav" do menu suspenso do mouse.

Depois de exibir o resultado do escaneamento é só fechar a janela de xterm e caso tinha sido encontrado algum vírus abra o arquivo  /tmp/clamav.log  para examinar e opte por excluir o arquivo infectado ou mover para um diretório de quarentena para tentar limpar com um antivirus no Windows caso seja muito importante este arquivo.

Nota:
Os subdiretórios não serão escaneados através da ação personalizada do pcmanfm mesmo que esteja especificada na linha de comando do Exec.

Item para criar link 

Arquivo link.desktop

[Desktop Entry]
Type=Action
Name=Symblink
Icon=emblem-symbolic-link
Profiles=symlink;

[X-Action-Profile symlink]
Exec=ln -s %f %f-link
MimeTypes=*;

Na pasta que tem o arquivo ou pasta que você deseja obter o link dele no pcmanfm selecione o arquivo ou a pasta e escolha a opção "Symblink" do menu suspenso do mouse, onde será automaticamente criado o link com o mesmo nome inicial do arquivo ou pasta, mas que terá sempre o sufixo -link (final do nome).
Mova o arquivo nome-link criado para a pasta onde você deseja colocar o atalho e pronto.

Você pode excluir o arquivo nome-link que o original ficará intacto, mas para criar o link você tem que ter permissão de gravação na pasta.

Os arquivos de link com nome-link tem a setinha em cima do ícone quando visualizado através do pcmanfm ou de qualquer outro gerenciador de arquivos desktop, bem como sua cor azul esverdeado com o simbolo de @ no final do nome do mesmo quando visualizado na janela de terminal.





quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Pós instalação do Lubuntu Xenial




Embora que a distro Lubuntu 16.04.3 LTS (codinome Xenial) não seja a versão mais recente ele possuir suporte até 2019, e como eu já tinha uma imagem ISO dele baixada há tempos resolvi instalar ele em um computador que rodava outra distro Linux há 6 anos onde as libs eram muito antigas e muitos programas de versões mais atuais não rodavam nele, e por isto decidir pelo Lubuntu Xenial que provavelmente ficará instalado também por 6 anos neste mesmo computador.

O Lubuntu é um Ubuntu com sabor Lxde sendo indicado para usar em computadores mais antigos, netbooks e Raspberry Pi por ser bastante leve e não exigir muita memória ram rodando perfeito com apenas 512 MB de RAM, mas também pode ser instalado em computador top de linha atual, possuindo um desktop agradável e fácil de utilizar.

O Lubuntu recém instalando reproduz arquivos de vídeo mp4 usando gnome-mplayer, música mp3 com audacious, acessa compartilhamento windows na rede, acessa arquivos do smartphone pelo cabo usb facilmente utilizando o gerenciador de arquivos pcmanfm. Vem instalado com o Abiword e o Gnumeric como aplicações leve de escritório para uso pessoal, micro ou pequenas empresas permitindo abrir e salvar no formato Word/Excel, xpad para lembretes rápidos automaticamente no desktop sempre que você ligar o micro ou para consultar rapidamente todos seus lembretes, vem com o evince para visualizar pdfs e mtpaint para desenhar.

Para tirar screenhort do desktop, acione a tecla Printscreen, para capturar a janela atual acione ALT + Printscreen, sendo as fotos salva no seu HOME automaticamente.

Pacotes essenciais pós instalação

Embora que muitos usuários não gostam de usar o terminal, o mesmo é muito mais prático para instalação de programas do que navegar pelo Central de Programas do Lubuntu ou pelo Synaptic, bastando apenas copiar os comandos abaixo com o mouse e colar no seu terminal e teclando Enter depois para executar.

Instalando o servidor samba para compartilhar pastas e impressoras

Por padrão o Lubuntu somente acessa compartilhamentos Windows através do pcmanfm e para que você possa compartilhar pastas e impressoras tem que instalar os pacotes abaixo.

$ sudo apt install samba smbclient nbtscan cifs-utils winbind

Instalando um gerenciador da área de transferência (clipboard)

$ sudo apt install clipit

Instalando um monitor de sistema

$ sudo apt install conky-cli conky-all

Instalando pacotes multimídia

$ sudo apt install ffmpeg mencoder audacity mediainfo  mediainfo-gui

Instalando pacotes para gravação de mídias ópticas

Embora que você tenha instalado no seu sistema o Xfburn para gravação de CD/DVD você precisará instalar os pacotes abaixo que são os que faz a gravação nestas mídia, pois o Xfburn é apenas frond end gráfico para a gravação de mídias ópticas necessitando dos pacotes abaixo.

$ sudo apt install wodim growisofs dvd+rw-tools cdrskin cdparanoia icedax cdrdao

Instalando utilitários

Com o pacote mesa-utils através do comando glxgears e do glxinfo em uma janela de terminal, você poderá ver quantos FPS sua placa de vídeo produz e pelo comando "glxinfo | grep yes" se a mesma tem aceleração 3D ativada
respectivamente. O zenity é um excelente gui gráfica para scripts de shell, caso você saiba criar ou para poder utilizar scripts prontos feito em zenity e o cups-pdf é uma impressora virtual pdf, onde você pode imprimir fotos, documentos, páginas da net em um arquivo pdf. O terminal xterm é o melhor para usar em scripts em zenity, no qual eu tenho vários.

$ sudo apt install mesa-utils zenity xterm cups-pdf

Instando game de cartas tipo paciência

Um pacote de game de cartas solitário com vários jogos em um mesmo programa como paciência aranha, freecell, piramide, asa de águia e muito mais para aquelas horas de tédio, quando não tiver nada para fazer, ou quando sua internet cai para quem é fã deste tipo de game.

$ sudo apt install aisleriot

Pacote para complementar o gnumeric com ajuda offline (inglês)

$ sudo apt install gnumeric-doc gir1.2-gnumeric libspreadsheet-writeexcel-perl python-xlwtLendo

Instalando um editor de texto ASCII, com correção ortográfica e outras funções extras

$ sudo apt install gedit gedit-plugins

Instalando pacote para monitorar temperaturas do hardware

$ sudo apt install  lm-sensors fancontrol i2c-tools hddtemp

Instalando pacote para aplicar sombras e transparências no menu e janelas

$ sudo apt install compton compton-conf

Instalando pacote de drivers para impressoras ou multifuncional da marca HP

$ sudo apt install hplip hplip-data libsane-hpaio printer-driver-hpcups hplip-gui libhpmud0

Outras

Dicas de uso do Compton no Lubuntu

Para configurar o Compton, acesse "Menu Iniciar/Preferências/Efeitos de janelas".

Ao configurar os valores desejados e depois de clicado em Apply, ser for a primeira vez que utiliza o Compton você deverá executar em uma janela de terminal, o comando abaixo:

$ compton &  

Nota:
Você também pode executar o comando compton & sem configurar nada que ele utilizará os valores do arquivo ~/.config/compton.conf.

O item "Menu Iniciar/Preferências/Efeitos de janelas" não executa o comando compton ele é apenas uma gui gráfica para ajustar os valores de uso do mesmo, sendo o que você configurar nela será salvo no arquivo ~/.config/compton.conf e onde o comando compton utilizará os valores que estão neste arquivo.

O comando compton pode ser executado diretamente no terminal especificando os valores dos itens do que você deseja sem utilizar a gui de configuração, veja man compton caso queira usar linha de comando.

Valor 1,0 é igual sem opacidade, quanto menor o valor maior a opacidade, exemplo 0,95, 0,80 etc.

Nota:
Toda nova configuração que você fizer em "Menu Iniciar/Preferências/Efeitos de janelas" ou diretamente via linha de comando, deverá sempre matar o processo atual do compton e executar novamente para carregar a nova configuração.

No terminal execute:
$ killall compton
$ compton &   (Se foi utilizando Menu Iniciar/Preferências/Efeitos de janelas)

ou 

$ killall compton
$ compton opções e valores & (diretamente pelo compton)

Ao reiniciar o computador ou fazer um novo logoff os efeitos do gráficos do Compton serão pedidos, pois eles não são carregados automaticamente.

Para que as configurações do Compton seja sempre carregadas automaticamente quando o computador for ligado ou você fizer um logoff se você estiver utilizando "Menu Iniciar/Preferências/Efeitos de janelas" para configurar o mesmo basta apenas adicionar somente o comando compton em "Menu Iniciar/Aplicações pré-definidas de Lxsession".


Acertando o item ImageMagick (display Q16) do grupo Gráfico

O ImageMagick é um editor de imagens que utiliza o comando display para edição de imagens de forma rápida e simples como cortar, aplicar escala de cinzas, rotacionar, moldurar e outros recursos limitados na interface gráfica, mas os melhores recursos estão no uso da linha de comando principalmente para aplicar efeitos e conversões em lote nas imagens.

Existe dois atalhos iguais ImageMagick (display Q16) no grupo Gráficos do menu de programa, mas nenhum deles funciona para executar o programa display que serve para editação básica de fotos, mas se executar o comando display em uma janela de terminal o mesmo funciona normalmente.

Tentei de várias formas corrigir o problema do atalho do menu sem resultados, como uma solução paliativa, já que o comando display somente roda pelo terminal, fiz o seguinte.
Excluir o arquivo display-im6.q16.desktop em /usr/share/applications pois não precisamos de 2 atalhos iguais.
Agora devemos editar o outro arquivo que é display-im6.desktop.

$ sudo leafpad  /usr/share/applications/display-im6.desktop

Altere a seguinte linha:
Exec=/usr/bin/display-im6 %f    para  Exec=xterm -iconic -e /usr/bin/display-im6 %f

Salve o arquivo, agora quando você escolher o atalho ImageMagick (display Q16) o comando display será executando, sendo a janela de xterm minimizada automaticamente, ficando em primeiro plano a janela do display.

Nota:
A instalação padrão do Lubuntu, com mais o que foi instalado até aqui ocupou um espaço em disco de 4.5 GB.

Obviamente que os pacotes aqui instalados e citados é para um uso básico e pessoal, mais para perfil de quem somente usa o computador essencialmente para navegar no Youtube, Facebook e sites de noticias, pois muitos outros tipos de pacotes deveram ser instalado dependendo do seu perfil de usuário.


terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Nudoku o Sudoku para terminal

Nudoku é um jogo feito em ncurses baseado no tradicional jogo Sudoku, podendo ser jogado no terminal dentro do X Window, ou mesmo fora do ambiente gráfico e sua jogabilidade é muito fácil; quem já jogou muito Sudoku em revistinhas de passatempo não terá a menor dificuldade pois as regras são exatamente as mesmas.
O Nudoku tem vários níveis de dificuldade, podendo verificar se a opção que você escolheu é a certa, pedir uma dica e caso não consiga resolver o jogo, você pode mandar resolver o jogo todo.

Instalando o Nudoku em qualquer distro Linux

Em janela de terminal, digite os comandos abaixo.

$ git clone https://github.com/jubalh/nudoku
$ cd nudoku
$ autoreconf -i
$ ./configure
$ make
$ sudo make install

Para jogar na janela de terminal, digite o comando nudoku e tecle Enter.




Teclas do jogo

Q - Sair
r - Redraw
h - Mover para a esquerda
l - Mover para a direita
j - Mover para baixo
k - subir
x - Apagar o número
c - Verificar solução
N - Novo jogo
S - Resolve o jogo
H - Pedir uma dica

Nota:
Você pode usar também as setas direcionais para movimentar o cursor e a tecla DEL para apagar o número.
O jogo faz distinção de maiúscula/minusculas nos comandos das teclas.

Opções do jogo execute:
$ nudoku -h


quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Instalando o tema Windows 10 em qualquer distro Linux

Se você gosta do visual e dos ícones do Windows 10, você pode instalar um pacote de tema que deixará o seu desktop com uma aparência parecida e similar ao do Windows 10 baixando um pacote de tema para isto.
O procedimento foi realizado na distro Slackware de 32 bits no desktop Lxde, mas pode ser feita em qualquer outra distro e o tema também pode ser aplicado nos desktop Xfce, Mate, Gnome e outros, utilizando os comandos 7z e tar para descompactar o pacote .deb  caso você não use Ubuntu, Debian ou derivados dos mesmos pois como o pacote .deb não é um arquivo executável de programa, pode ser descompactado em sistema de 32 bits.
O referido pacote .deb contem o tema Windows 10 na variante Dark e Light e os ícones necessários tudo no mesmo pacote.

Para download do pacote, no terminal execute o comando abaixo:

$ wget https://github.com/Elbullazul/Windows-10/releases/download/v0.9.6/windows-10-tp_0.9-6.amd64.deb

Descompactado
$ 7z x windows-10-tp_0.9-6.amd64.deb

Foi extraído o pacote data.tar.

Tipo de instalação

Instalação global

Neste tipo de instalação o tema será instalado em  /usr/share/themes e /usr/share/icons onde ficará disponível para todos os usuários.

Instalação usuário

Neste tipo de instalação o tema e os ícones somente ficam disponível no HOME do usuário, sendo utilizado os diretórios ~/.themes e ~/.icons.
Se os diretórios ~/.themes e ~/.icons não existir no seu HOME, basta criar os mesmos usando o comando mkdir no terminal (mkdir .themes e mkdir .icons)

Instalação dos temas

Para instalação global faça:

$ sudo tar -xvf data.tar -C /

Para instalação usuário faça:

$ tar -xfv data.tar (foi criado o diretório usr/)
$ cd usr/share/themes 
$ cp -vr "Windows 10 Dark"/ "Windows 10 Light"/ ~/.themes/   

Instalação dos ícones 

$ cd usr/share/icons/
$ cp -vr "Windows 10 Icons"/ ~/.icons/   

Após copiado os diretórios do tema e ícones você pode deletar o diretório usr/ criado pela descompactação do pacote data.tar que está "dentro do seu HOME", com o comando abaixo se o pacote baixado foi salvo no seu diretório HOME.

$ rm -rv usr/

Aplicando o tema ao seu desktop

O procedimento abaixo foi realizado no desktop Lxde, sendo similar em outros desktops, como Mate, Xfce, Cinnamon etc..., apenas mudará a forma e os nomes dos itens ou caminho no menu de programa.

Ativando o tema, ir em menu "Preferências/Personalizar visual", na aba "Widget", escolha entre "Windows 10 Dark" ou
"Windows 10 Light".

Ativando os ícones, ir em menu "Preferências/Personalizar visual", na aba "Tema de ícones", escolha "Windows 10".

Pronto, clique no botão Aplicar.

Alterando o botão Iniciar e o papel de parede para o do Windows 10

Caminho do botão Iniciar e do papel de parede estilo Windows 10.

Botão do menu Iniciar fica em caminho/Windows 10 Light/gtk-2.0/menu.png
Papel de parede fica em caminho/Windows 10 Light/wallpaper.jpg

Substitua sempre o caminho a onde você instalou o tema, se foi em /usr/share/themes ou ~/.themes.

Para trocar o ícone do botão Iniciar do Lxde, clique com o botão direito em cima do menu Iniciar, escolha "Configurações do menu", navegue até caminho/Windows 10 Light/gtk-2.0/menu.png e depois clique em Fechar.

Trocar o papel de parede, clique com o botão direito do mouse no desktop, e escolha "Preferências da área de trabalho" na aba "Aparência", em "Papel de parede", clique no botão navegar e acesse caminho/Windows 10 Light/gtk-2.0/menu.png e clique em Abrir, depois Fechar.

Telas





Observações:
O pacote de tema Windows 10 baixado deixa o seu Linux com um visual parecido ao Windows 10 e não totalmente ao estilo do Windows 10 pois está limitado as características visuais do seu gestor de janelas, não incluindo tela de login e outros aspectos visuais, servindo para agradar aqueles usuários iniciantes vindo do Windows ou por gosto pessoal mesmo que você seja um usuário adepto do Linux, pois os ícones do Windows 10 não deixam de ser bonitos só porque é similar aos do Windows, e constituindo também mais uma opção de ícones diferentes para quem gosta de mudar frequentemente o visual do desktop.


Fonte de referência: https://www.2daygeek.com