quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Instalando o Window Maker no GNU/Linux

O Window Maker é um excelente window manager muito leve fácil de utilizar, podendo ser utilizando em computadores com apenas 512 MB de memória RAM ou menos, mas devido sua característica em alguns aspectos, aparência e forma de uso  não é indicado para usuários iniciante no Linux.

Mas se você já é um usuário experiente em Linux e o Window Maker atende suas necessidades ou gosto pessoal como eu que utilizo no meu notebook e também no meu computador desktop caso sua distro não possuir a versão mais recente no repositório você pode baixar direto do site oficial o source do Window Maker, mas neste caso deverá descompactar o pacote e compilar o programa, devendo saber solucionar manualmente as dependências caso houver alguma e instalar as mesmas no seu sistema.


Site oficial: http://windowmaker.org

Download:

Descompactando o pacote .tar.gz, entrando no diretório criando e compilando.

$ tar -xvf WindowMaker-0.95.8.tar.gz
$ cd WindowMaker-0.95.8/
$ ./configure  --bindir=/usr/bin  --libdir=/usr/lib --prefix=/usr  --enable-pango --enable-randr LINGUAS="pt" 

Ao termino do configure no final, caso não houve dependências deverá ser exibido conforme abaixo.

Window Maker was configured as follows:

Installation path prefix                  : /usr
Installation path for binaries          : /usr/bin
Installation path for libraries          : /usr/lib
Installation path for WPrefs.app    : /usr
Supported core features:               : Animations MWMHints XDnD
Supported X extensions:               : XShape XShm Xinerama RandR
Supported graphic format libraries  : XPM PNG JPEG GIF TIFF WebP Magick builtin-PPM
Unsupported features                     :
Antialiased text support in WINGs   : yes
Pango text layout support in WINGs  : yes
Translated languages to support          : pt

$ make
$ sudo make install

Agora devemos criar um arquivo .desktop para que o Window Maker seja listando nos gerenciadores de login gráfico do gdm, mdm, lightdm e outros.

Em /usr/share/xsessions crie o arquivo wmaker.desktop com o conteúdo abaixo:

[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Comment=Lançador para o gerenciador de janelas Window Maker
Name=Window Maker
Exec=/usr/bin/wmaker
Type=Application

Ao iniciar o desktop do Window Maker, você vera um ambiente bem básico e no começo pode até parecer meio difícil, mas ao entender o seu funcionamento verá como é fácil sua utilização, mas esta parte fica para o próximo artigo onde veremos como configurar e personalizar o Window Maker, deixando ele bem prático de usar.

Tela padrão do desktop Window Maker recém instalado




Nota:
Compilação feita no Slackware 14.2 32 bits.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Compartilhando pastas facilmente no Gerenciador de arquivos Caja

Para podemos compartilhar pastas facilmente pelo gerenciador de arquivos Caja  sem precisar de acesso root e evitar alterações no arquivo /etc/samba/smb.conf devemos fazer antes algumas configurações para isto como administrador do sistema.

Precisamos ter o pacote caja-extensions ou caja-share pois em algumas distros o plugin share do Caja faz parte do pacote caja-extensions.

Passos:

1- Criar a pasta usershare do Caja que armazenará as informações do compartilhamento.

$ sudo mkdir -p /var/lib/samba/usershare

2- Alterar as permissões na pasta /var/lib/samba/usershare

$ sudo chmod 1770 /var/lib/samba/usershare

Com isto ligamos o Sticky Bit no diretório, impedindo os outros usuário de alterar, remover ou renomear compartilhamentos dos quais não são donos.

3- Criar o grupo sambashare

$ sudo groupadd sambashare usuário

4- Adicionar seu usuário ao grupo sambashare:

$ sudo usermod -a -G sambashare usuário

5- Alterar o nome do grupo da pasta usershare em  /var/lib/samba (padrão está como root.root).

$ sudo chown root.sambashare usershare/

6- No arquivo /etc/samba/smb.conf coloque as linhas abaixo na seção global, usando um editor de texto ASCII puro.

[global]

    map to guest = bad user
    usershare path = /var/lib/samba/usershare
    usershare max shares = 100
    usershare allow guests = yes
    usershare owner only = yes

7- Adicione o seu usuário ao samba

$ sudo smbpasswd -a usuario

8- Agora devemos reiniciar o servidor samba

$ cd /etc/rc.d
$ sudo ./rc.samba restart

Pronto.
Agora no gerenciador de arquivos Caja, clique com o botão direito do mouse sob o nome de uma pasta que deseja compartilhar e escolha a opção Opções de compartilhamento.

Notas:
A configuração feita permite apenas compartilhar qualquer pasta dentro do seu diretório HOME para os usuários cadastrado no grupo sambashare e no samba, não sendo permitindo fazer qualquer compartilhamento fora do mesmo por motivo de segurança, caso desejar é necessário fazer uma outra alteração no arquivo /etc/samba/smb.conf para permitir este procedimento.

A pasta que estiver compartilhada será adicionado automaticamente um pequeno ícone de uma mão em forma de concha sobre a mesma (como um emblema), sendo que este ícone poderá ser diferente em outras distros ou versões  ou tema utilizado no Caja; e sendo que o mesmo também será removido automaticamente ao desfazer o compartilhamento.

Para modificar as opções de compartilhamento ou remover o mesmo, basta clicar com o botão direito do mouse sobre a pasta e escolher "Opções de compartilhamento".




Procedimentos realizados no Slackware 14.2, podendo ser feito em qualquer outra distro, apenas neste caso o nome do serviço e a forma de como reiniciar seu servidor samba poderá ser diferente.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Instalando o Mate Desktop no Slackware 14.2


Para quem quiser experimentar o Mate Desktop no Slackware 14.2 em uma pasta vazia na janela de terminal execute o seguinte comando abaixo:

Sistema de 32 bits:
$ lftp -c "open http://slackware.org.uk/msb/14.2/1.18/; mirror x86"

Sistema de 64 bits:
$ lftp -c "open http://slackware.org.uk/msb/14.2/1.18/; mirror x86_64"

São criadas 3 subpastas de instalação dentro de x86/ ou x86_64/ sendo elas deps/ base/ e extra/.

Entrar em cada uma das subpastas deps/ base/ e extra/ e executar o comando abaixo:

# upgradepkg --install-new *.txz

Pronto, agora no seu gestor de login gráfico basta escolher a opção Mate.

Nota:
O pacote lftp deve está instalado no seu sistema para baixar os pacotes do Mate.

Screenshot do meu desktop Mate


quarta-feira, 14 de junho de 2017

Configurando um servidor ftp local no Slackware



Neste tutorial configurei um servidor de ftp utilizando o proftpd para troca de arquivos entre o Smartphone e o computador e vice vesa no Linux Slackware utilizando somente a rede local da casa.
Será criando uma pasta fora do HOME para que todos membros da família que utilize o mesmo computador desktop usem a mesma pasta para enviar e receber arquivos para o Smartphone, sendo utilizando o login de usuário do sistema de cada um para poder transferir arquivos, ou seja todos os membros da família devem está cadastrado no sistema.
Obviamente você também poderá trocar arquivos com o seu servidor ftp local se possuir outro micro desktop ou notebook na rede local usando qualquer cliente de ftp de terminal ou modo gráfico.

Passos importantes:
Instalar o servidor Proftpd no seu Slackware pelo seu gerenciador de pacotes favoritos, caso ele não estiver instalado.
No Smartphone instale o app Gerenciador de arquivo da GM que possuir suporte a transferências de arquivos por ftp, sftp e ftps.

Download: Google Play

Criar a pasta única que será utilizada pelo servidor ftp para todos os usuários cadastro no sistema.

$ sudo mkdir /tmp
$ sudo chmod 777 /tmp

Editar o arquivo de configuração do Proftpd

$ sudo leafpad /etc/proftpd.conf

Comente a linha  "ServerType inetd" com o # (cequilha) e descomete a linha # "ServerType standalone"  apagando o #.

Linha da porta deve está configurada com a porta 21, caso desejar usar outra porta diferente também altere no seu firewall.
Port 21

Abaixo da linha "Port" adicione esta linha que será as portas passivas configuradas no seu firewall para o seu ftp server.
PassivePorts 49152  49162

Abaixo da linha "TransferLog /var/log/xferlog"  adicione as duas linhas abaixo:

DefaultRoot /ftp   (seu diretório de arquivos utilizado pelas transferências)
DefaultRoot ~  (prender o usuário não diretório configurado,                                         impedido de subir acima do mesmo)


Demais linhas deste arquivo deixe conforme está.

Como o comando proftpd somente pode ser executado pelo administrador do sistema (root) coloque no final do arquivo /etc/rc.d/rc.local a seguinte linha abaixo para que os outros usuários possam utilizar o serviço e a linha para deletar automaticamente todos os arquivos que tiver nesta pasta na próxima reinicialização do sistema, pois a pasta será utilizada apenas para cache de arquivos.

$ sudo leafpad /etc/rc.d/rc.local
proftpd
rm -rf /ftp/*

No seu script de firewall se estiver usando diretamente o iptables coloque as duas linhas abaixo:
iptables -A INPUT -p tcp --dport 21 -j ACCEPT
iptables -A INPUT -p tcp -m multiport --dports 49152:49162 -j ACCEPT

Onde 49152:49162 são as portas de transferências utilizadas pelo seu servidor ftp no modo passivo, que está declarada na linha PassivePorts do arquivo /etc/proftpd.conf.

Pronto agora o servidor proftpd será executado sempre na inicialização do sistema.
Para executar agora faça em uma janela de terminal: sudo proftpd  (reinicie antes o script de firewall)

Notas:
Para verificar se o proftpd está rodando execute:

$ ps xa | grep ftp
 1289 ?        Ss     0:00 proftpd: (accepting connections)

Ok, servidor rodando.

Se precisar para o processo do proftpd para testar novas configurações feita no arquivo de configuração ou por outro motivo.

$ sudo killall proftpd


quinta-feira, 4 de maio de 2017

Compilando o Mplayer no Slackware e Salix 14.2



No pacote Mplayer que foi baixado do repositório http://slackware.cs.utah.edu pelo slapt-get o mencoder não tem suporte a xvid, x264 e ao msmpeg4  para vídeo e nem a áudio mp3 pois o mesmo foi compilado com estes codecs desabilitados.

http://slackware.cs.utah.edu/pub/slackware/slackware-14.2/slackware/xap/MPlayer-1.2_20160125-i586-3.txz

Então se você costuma usar o mencoder para converter qualquer formato de vídeo para formato DivX e derivados do mesmo para poder reproduzir no seu aparelho de DVDPlayer com suporte a DivX deverá fazer uma compilação do pacote mplayer.

Primeiro passo é desinstalar a versão baixada pelo slapt-get com o comando abaixo:

$ sudo slapt-get  --remove MPlayer

Baixe o sources do mplayer em  http://www.mplayerhq.hu/

$ md5sum MPlayer-1.3.0.tar.xz   (versão atual baixada)
e8a4d77ad4f509e81dd5e13b51636c1d  MPlayer-1.3.0.tar.xz  (sempre faça a checagem do md5sum)

Ok fechou com o declarado no site.

Descompactar o pacote baixado e entramos com as opções mais comuns ou desejadas.

$ tar -xvf  MPlayer-1.3.0.tar.xz
$ cd MPlayer-1.3.0/

$ ./configure --enable-gui --language=pt_BR --enable-real
 --enable-xv --enable-menu --bindir=/usr/bin  --prefix=/usr
 --confdir=/etc 

$ make
Config files successfully generated by ./configure 
--enable-gui --language=pt_BR --enable-real --enable-xv 
--enable-menu --bindir=/usr/bin --prefix=/usr --confdir=/etc 

  Install prefix: /usr
  Data directory: /usr/share/mplayer
  Config direct.: /etc

  Byte order: little-endian
  Optimizing for: native

  Languages:
    Messages/GUI: pt_BR
    Manual pages: en
    Documentation: en

  Enabled optional drivers:
    Input: dvdnav ftp pvr tv-v4l2 tv librtmp cddb cdda dvdread bluray vcd dvb smb networking 
    Codecs: libvpx libschroedinger x264 xvid libopencore_amrwb libopencore_amrnb ffmpeg(internal) qtx real xanim win32 libopus faad2 faac libdca liba52 mpg123 libtheora speex libvorbis twolame libmad liblzo gif 
    Audio output: alsa openal pulse esd oss v4l2 sdl mpegpes(dvb) 
    Video output: v4l2 matrixview opengl sdl gif89a pnm jpeg mng mpegpes(dvb) fbdev svga caca aa xvidix cvidix dga vdpau xv x11 xover yuv4mpeg md5sum tga 


Verificando os tipos de codecs de vídeo que são suportados da compilação feita, sem instalar ainda.

$ ./mencoder -ovc help
MEncoder 1.3.0-5.3.0 (C) 2000-2016 MPlayer Team

Available codecs:
   copy     - frame copy, without re-encoding. Doesn't work with filters.
   frameno  - special audio-only file for 3-pass encoding, see DOCS.
   raw      - uncompressed video. Use fourcc option to set format explicitly.
   nuv      - nuppel video
   lavc     - libavcodec codecs - best quality!
   vfw      - VfW DLLs, read DOCS/HTML/en/encoding-guide.html.
   qtvideo  - QuickTime DLLs, currently only SVQ1/3 are supported.
   xvid     - XviD encoding
   x264     - H.264 encoding

Verificando os tipos de codecs de áudio que são suportados da compilação feita.

$ ./mencoder -oac help
MEncoder 1.3.0-5.3.0 (C) 2000-2016 MPlayer Team

Available codecs:
   copy     - frame copy, without re-encoding (useful for AC3)
   pcm      - uncompressed PCM audio
   mp3lame  - cbr/abr/vbr MP3 using libmp3lame
   lavc     - FFmpeg audio encoder (MP2, AC3, ...)
   twolame  - Twolame MP2 audio encoder
   faac     - FAAC AAC audio encoder

Pronto, agora sim basta instalar no sistema:

$ sudo make install
Senha: 
install -d /usr/bin /etc /usr/lib
install -m 755 -s mplayer /usr/bin
install -d /usr/share/icons/hicolor/16x16/apps
install -m 644 etc/mplayer16x16.png /usr/share/icons/hicolor/16x16/apps/mplayer.png
install -d /usr/share/icons/hicolor/22x22/apps
install -m 644 etc/mplayer22x22.png /usr/share/icons/hicolor/22x22/apps/mplayer.png
install -d /usr/share/icons/hicolor/24x24/apps
install -m 644 etc/mplayer24x24.png /usr/share/icons/hicolor/24x24/apps/mplayer.png
install -d /usr/share/icons/hicolor/32x32/apps
install -m 644 etc/mplayer32x32.png /usr/share/icons/hicolor/32x32/apps/mplayer.png
install -d /usr/share/icons/hicolor/48x48/apps
install -m 644 etc/mplayer48x48.png /usr/share/icons/hicolor/48x48/apps/mplayer.png
install -d /usr/share/icons/hicolor/256x256/apps
install -m 644 etc/mplayer256x256.png /usr/share/icons/hicolor/256x256/apps/mplayer.png
ln -sf mplayer /usr/bin/gmplayer
install -d /usr/share/mplayer/skins /usr/share/applications
install -m 644 etc/mplayer.desktop /usr/share/applications/
install -m 755 -s mencoder /usr/bin
install -d /usr/share/man/man1
install -m 644 DOCS/man/en/mplayer.1 /usr/share/man/man1/
cd /usr/share/man/man1 && ln -sf mplayer.1 mencoder.1

Notas:

A compilação que foi feita não incluir suporte ao menu suspenso do mouse para controle do vídeo, já que não foi especificando algumas outras opções para isto diferente do pacote baixado pelo slapt-get que tem o menu suspenso pelo mouse disponível. Eu particularmente gosto muito de controlar o vídeo pelas teclas de atalho, mas se você não é fã deste recurso, pode baixar a gui gráfica gnome-mplayer pelo slapt-get com os tradicionais menus na janela que ela utilizará o comando mplayer que foi compilado.

Pronto, agora você pode converter vídeos com o mencoder usando os codecs de vídeo x264, xvid e msmpeg4 e áudio mp3 e o recurso de inserir legenda funciona também.



quarta-feira, 19 de abril de 2017

Handy Controller - controle seu player de música com a tela bloqueada



Você está cansado de desbloquear o Smartphone toda vez para pausar ou avançar pra a próxima música ?
Então  Handy Controller é a solução para este problema, o qual permite dar play, pausar, avançar e retroceder a música com a tela do seu Smartphone bloqueada, podendo escolher qualquer player de música dos instalados no seu Smartphone para usar com o Handy Controller pois o mesmo utiliza o sensor de aproximação do Smartphone para controlar o player através dos gestos com suas mãos.

Embora existem alguns poucos players que permite controlar a música com a tela do Smartphone bloqueada pode ser que você goste especialmente de outro player que não tem esta função e com o  Handy Controller você poderá utilizar qualquer player de música que você mais gosta, mas é necessário que o seu Smartphone possua sensor de aproximação o qual a grande maioria já tem este recurso atualmente.

No app  Handy Controller, escolha o player de música na lista de detectados que estão instalados, e deixe sempre ativado o segundo botão da tela inicial de detecção de gestos.

Após inicie o seu player de música que foi configurado, escolha a pasta, álbum, etc…, escolha a música desejada e clique no botão Play, depois é só bloquear o Smartphone.

Agora é só fazer os gestos com as mãos, para isto veja a ajuda na tela principal do  Handy Controller clicando no botão ?.

Notas:
O  Handy Controller estando ativo será exibido um ícone de uma mão na barra de status do Smartphone, clique no mesmo para trazer para o primeiro plano e  quando você não quiser mais escutar música, não basta somente finalizar o seu player de música ou pausar o player através do  Handy Controller, você deve finalizar o  Handy Controller clicando duas vezes seguidas no botão voltar do Smartphone com o mesmo em primeiro plano,  ou clicando no botão "Parar detecção de gestos" na tela principal do mesmo, para que não sejam reproduzidas músicas acidentalmente quando você for manusear o Smartphone.

O Handy Controller não funciona corretamente com players de música que já permite avançar, retroceder e pausar a música via toques na tela nativamente com a tela bloqueada.

Download: 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Instalando o navegador Chromium no Slackware 14.2



Para instalar a versão mais recente do navegador Chromium (versão de março de 2017  na publicação deste tutorial) para o seu Slackware 14.2 ou derivados do mesmo de mesma versão, como exemplo o Salix 14.2 e também a instalação dos plugins flash player e  widevine que permite assistir a filmes do Netflix; baixando estes pacotes utilizando o wget em uma janela de terminal.  
Basta copiar as linhas abaixo (sem o caractere $) e colar no seu terminal).

Para sistema de 32 bits:

$ wget http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/chromium/pkg/14.2/chromium-57.0.2987.98-i486-1alien.txz

$ wget http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/chromium-pepperflash-plugin/pkg/14.2/chromium-pepperflash-plugin-25.0.0.127-i386-1alien.txz

$ wget http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/chromium-widevine-plugin/pkg/14.2/chromium-widevine-plugin-48.0.2564.116-i386-1alien.txz


Após baixado os pacotes utilize o comando abaixo em uma janela de terminal caso você não tenha nenhuma versão antiga do Chromium instalada no sistema.

$ sudo installpkg *.txz

Se você tiver uma versão antiga do Chromium instalada no sistema, use o comando abaixo que irá remover a versão antiga antes de instalar a mais atual.

$ sudo upgradepkg *.txz


Para sistema de 64 bits:

$ wget http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/chromium/pkg64/14.2/chromium-57.0.2987.98-x86_64-1alien.txz

$ wget http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/chromium-pepperflash-plugin/pkg64/14.2/chromium-pepperflash-plugin-25.0.0.148-x86_64-1alien.txz

$ wget http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/chromium-widevine-plugin/pkg64/14.2/chromium-widevine-plugin-57.0.2987.98-x86_64-1alien.txz


Depois de baixados basta executar os comandos abaixo conforme o caso descrito anteriormente:

$ sudo installpkg *.txz

ou

$ sudo upgradepkg *.txz



segunda-feira, 3 de abril de 2017

Vídeo tutorial de uso do compactador/descompactador file-roller

Neste vídeo tutorial demostrarei como criar um pacote com senha no formato .7z utilizando o file-roller.


Para instalar o file-roller

Distro Ubuntu, Debian e derivados faça:

$ sudo apt-get install file-roller

Distro Slackware, Salix e derivados com sbopkg instalado faça:

$ sudo sbopkg -i file-roller

Notas:
O file-roller instalado pelo seu gerenciador de pacotes, estará no grupo Acessórios do menu de programa com o nome de Gerenciador de compactação.

Você também pode instalar pelo gerenciador de pacotes gráfico da sua distro, não citarei nomes já que muda muito de uma distro para outra, ou também baixar o source para compilação caso não exista pacote binário do mesmo na sua distro.






segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Gráfico de coluna e linha com dois eixos Y no Gnumeric

Neste vídeo tutorial mostrarei como criar um gráfico misto de colunas e linhas com dois eixos Y na planilha eletrônica Gnumeric.




quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Calculando porcentagem na calculadora




Neste tutorial foi utilizados calculadora de bolso, para computador e 5 modelos de calculadoras do Android lembrando que dependendo do modelo da calculadora e a forma como a mesma foi programada para resolver as operações pode haver uma pequena diferenças nos passos citados aqui bem como o resultado da parte do desconto sair com valor negativo ou positivo caso a mesma seja feita de forma direta na operação da porcentagem.

Vamos supor que você vai comprar um produto de R$ 489,00 e este produto está com um desconto de 20% a vista.

Na calculadora você faz:

489 <-> 20 <%> <=> Resultado 391,2   Então o produto a vista sairá por R$ 391,20

Agora se o mesmo produto for a prazo e tiver um acréscimo de 20%

489 <+> 20 <%> <=> Resultado 586,8  Então o produto a prazo sairá por R$ 586,80


Notas:
Onde <sinal> representa uma tecla da calculadora com o seu sinal da operação.
O procedimento usado acima para fazer a porcentagem poderá ser um pouco diferente em algumas modelos de calculadoras, dependendo de como a mesma foi programada pra realizar tal operação.


Como fazer a mesma porcentagem acima em calculadora que não tem o botão de porcentagem ( % )?

Vamos utilizar o mesmo exemplo acima do produto de valor R$ 489 com porcentagem para menos e para mais de 20% no calculo.

Produto com desconto de 20% sobre 489.

489 <x> 20 </> 100 <=> 97,80 (este é o valor de 20% de 489) <-> 489 <=> -391,2 

Resultado: o produto a vista sairá por R$ 391,20

Como se trata de porcentagem sempre dividir por 100.

O resultado sempre sairá negativo na calculadora já que o valor obtido da porcentagem é sempre menor que o valor do produto quando se diminui o mesmo diretamente nesta ordem (97,80-489), mas este valor está sempre certo, basta ignorar o sinal de - (menos).

Agora faremos o calculo do acréscimo de 20% sobre 489.

489 <x> 20 </> 100 <=> 97,80 (este é o valor de 20% de 489) <+> 489 <=> 586,8

O produto a prazo sairá por R$ 586,8


sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Criando um botão Combo Box no Gnumeric

Criando um botão Combo Box e usar o mesmo junto com a  função  VLOOKUP


Clique no botão "Criar um Combo Box" da sua "Barra de ferramentas de  Objetos", para criar uma caixa de seleção dos produtos de uma tabela a pesquisar, desenhe o tamanho do botão na célula desejada ajustando o tamanho deste botão e ajuste a altura da linha caso necessário.

Clique no botão "Cria um Combo Box" da sua "Barra de ferramentas de  Objetos", para criar uma caixa de seleção dos produtos de uma tabela a pesquisar, e desenhe o tamanho do botão na célula desejada ajustando o tamanho deste botão e ajuste a altura da linha caso necessário.

Depois clique com o botão direito do mouse em cima do botão box e escolha "Propriedades", e na janela de criação, em "Ligação", você deve selecionar obrigatoriamente a primeira célula da primeira coluna da tabela que será utilizada pela função  VLOOKUP posteriormente e após em "Conteúdo" você deve selecionar todo o intervalo de células de uma coluna da tabela para que estes itens apareçam dentro do botão para a seleção dos mesmo.  Feito isto clique no botão OK, pronto botão Combo Box criado.

Os passos para usar a função  VLOOKUP juntamente com o botão Combo Box está no arquivo abaixo com todos os detalhes no formato do Gnumeric.





quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Utilizando a função PROCV

Nesta videoaula aula mostrarei como utilizar a função PROCV em qualquer programa de planilha em português, lembrando que esta função corresponde a função VLOOKUP para planilhas em que as funções estão em inglês, mas os menus estão em português.
O exemplo da função PROCV aqui demostrado é a forma mais simples de uso para procurar apenas um critério na pesquisa, mas esta função pode ser combinada com várias outras funções para achar critérios duplicados e mais de um critério na pesquisa e outros recursos mais elaborados para usuários mais avançados em uso de planilhas eletrônicas.

Observações:

A função PROCV embora bastante útil não funciona com dados repetidos na mesma coluna configurada para pesquisa, ela somente localizará sempre a primeira ocorrência encontrada não seguindo adiante e neste caso, ser você utilizará dados repetidos deverá combinar o PROCV com outras funções ou utilizar outras funções mais apropriadas para este caso.




Este vídeo foi criado utilizando o LibreOffice Calc, Leafpad, Mencoder e Simplescreen Recorder.

PS:
Vídeo criado sem som, mas de fácil compreensão de como montar sua tabela para usar a função PROCV e com legendas em algumas partes.